quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Legislação Tributária - 20/08/2015

Legislação Tributária - 20/08/2015

Competências Tributárias
  • a) União
    • Artigo 145, Constituição Federal (comum)
      • Art. 145. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios poderão instituir os seguintes tributos:
        I - impostos;
        II - taxas, em razão do exercício do poder de polícia ou pela utilização, efetiva ou potencial, de serviços públicos específicos e divisíveis, prestados ao contribuinte ou postos a sua disposição;
        III - contribuição de melhoria, decorrente de obras públicas.
        § 1º Sempre que possível, os impostos terão caráter pessoal e serão graduados segundo a capacidade econômica do contribuinte, facultado à administração tributária, especialmente para conferir efetividade a esses objetivos, identificar, respeitados os direitos individuais e nos termos da lei, o patrimônio, os rendimentos e as atividades econômicas do contribuinte.
        § 2º As taxas não poderão ter base de cálculo própria de impostos.
    • Artigo 148, Constituição Federal (privativa)
      • Art. 148. A União, mediante lei complementar, poderá instituir empréstimos compulsórios:
        I - para atender a despesas extraordinárias, decorrentes de calamidade pública, de guerra externa ou sua iminência;
        II - no caso de investimento público de caráter urgente e de relevante interesse nacional, observado o disposto no art. 150, III, "b".
        Parágrafo único. A aplicação dos recursos provenientes de empréstimo compulsório será vinculada à despesa que fundamentou sua instituição.
    • Artigo 149, Constituição Federal (exclusiva)
      • Art. 149. Compete exclusivamente à União instituir contribuições sociais, de intervenção no domínio econômico e de interesse das categorias profissionais ou econômicas, como instrumento de sua atuação nas respectivas áreas, observado o disposto nos arts. 146, III, e 150, I e III, e sem prejuízo do previsto no art. 195, § 6º, relativamente às contribuições a que alude o dispositivo.
    • Artigo 177, §4º
      • Art. 177. Constituem monopólio da União:
        • IV - o transporte marítimo do petróleo bruto de origem nacional ou de derivados básicos de petróleo produzidos no País, bem assim o transporte, por meio de conduto, de petróleo bruto, seus derivados e gás natural de qualquer origem;
    • Artigo 153, Constituição Federal
      • Art. 153. Compete à União instituir impostos sobre:
        I - importação de produtos estrangeiros;
        II - exportação, para o exterior, de produtos nacionais ou nacionalizados;
        III - renda e proventos de qualquer natureza;
      • § 2º O imposto previsto no inciso III:
        I - será informado pelos critérios da generalidade, da universalidade e da progressividade, na forma da lei;
        Salário - de empregado
        Salário + vantagens = remuneração
        Soldo - de soldado
        Vencimento - de servidor público
        Subsídio - políticos, prefeitos, vereadores, por exemplo
        Proventos - aposentadoria, ganho na venda de imóveis, rendimentos de investimentos
      • IV - produtos industrializados;
        • IPI
          • A seletividade no IPI é obrigatória
          • Não-cumulatividade
            • não pode ser tributado duas vezes
      • V - operações de crédito, câmbio e seguro, ou relativas a títulos ou valores mobiliários;
        • IOF (operação de câmbio, crédito, seguro, títulos ou valores mobiliários)
          • Títulos mobiliários só podem ser emitidos por S.A. ou Companhia (Ações etc.)
      • VI - propriedade territorial rural;
        • ITR - Imposto Territorial Rural - terra nua - metade é da União e metade é do Município. Os municípios podem cobrá-lo, fiscalizar e cobrar, assim podem ficar com 100% do imposto.
      • Artigo 153, §3º, I e II, Constituição Federal
        • § 3º O imposto previsto no inciso IV:
          I - será seletivo, em função da essencialidade do produto;
          II - será não-cumulativo, compensando-se o que for devido em cada operação com o montante cobrado nas anteriores;
      • Artigo 150, §7º, Constituição Federal
        • Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
          § 7º A lei poderá atribuir a sujeito passivo de obrigação tributária a condição de responsável pelo pagamento de imposto ou contribuição, cujo fato gerador deva ocorrer posteriormente, assegurada a imediata e preferencial restituição da quantia paga, caso não se realize o fato gerador presumido.(Incluído pela Emenda Constitucional nº 3, de 1993)
        • Substituição tributária: combustível, veículo, cerveja
A medida provisória não pode tratar de matéria reservada a lei complementar, porque a constituição veda, e porque a medida provisória quando é convertida em lei é convertida em lei ordinária.
A medida provisória é aprovada por maioria simples ou relativa.
  • Contribuição Sindical (Categoria econômica)
  • Contribuição das categorias profissionais C.R.
  • Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) - art. 177, §4º, Constituição Federal
Lucas T R Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo, que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!


Obrigado pelo seu comentário.

Curso Planejamento Estratégico para Empreendedores - SEBRAE

Certificado de conclusão do curso Planejamento Estratégico para Empreendedores - SEBRAE. Lucas Tiago Rodrigues de Freitas -- // -- D...