quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Instituições do Direito - 19/08/2015

Instituições do Direito - 19/08/2015

Exercício para fazer na aula:

EXERCÍCIO DE INSTITUIÇÕES DE DIREITO
DATA: 19/08/2015
PROFESSOR: AYLTON CABRAL
QUESTÕES:
1) Não se considera pessoa jurídica de Direito Público:
(A) A união;
(B) Os Municípios;
X(C) As Sociedades de Economia Mista;
(D) As autarquias.

  • O Direito é dividido em:
    • Público
      • Interno (União, Estados, Distrito Federal, Municípios, Autarquias)
      • Externo (ONU, Mercosul, OIT, FMI)
    • Privado
  • Sociedade anônima (Gerdau, Vale, EDP Escelsa)
  • Sociedade de economia mista  (Direito Privado) - capital é dividido em:
    • público (maioria do capital - pelo menos 50% + 1)
    • privado (minoria do capital)
    • Banestes, Cesan, Banco do Brasil, Petrobrás.
  • Autarquias (entidades de Direito Público, Capital Público, criadas por lei específica, com autonomia administrativa e financeira) (Detran, DER)

2) Do ponto de vista do Direito internacional, é pessoa jurídica de Direito Público:
(A) As Organizações Não-Governamentais – ONG’s;
X(B) A Santa Sé; (A Santa Sé é a representação do Vaticano)
(C) O Fórum Mundial Econômico e Social;
(D) As sociedades Multinacionais. (Coca-Cola, Nike)

3) Dentre as fontes do Direito destaca-se uma que “é o conjunto de reiteradas decisões dos Tribunais sobre certa matéria”.  Marque a opção correta:
(A) Súmula; (É a decisão de um julgamento)
(B) Lei; (Deve ser aprovada pelo poder legislativo para ter validade)
(C) Doutrina; (aquilo que os estudiosos explicam sobre determinado assunto)
X(D) Jurisprudência.

4) Segundo Sérgio Pinto Martins, “Princípios são as proposições básicas que informam as ciências, orientando-as. Para o Direito, o princípio é seu fundamento, a base que irá informar e orientar as normas jurídicas”. Nesse sentido, indique quatro princípios constitucionais previstos no art. 5º, da CF.
  • Liberdade de expressão
    • livre manifestação de pensamento, sendo vedado o anonimato.
  • Privacidade
    • são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito à indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação.
  • Liberdade de locomoção
    • é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens.
  • Liberdade de associação
    • é plena a liberdade de associação para fins lícitos, vedada a de caráter paramilitar.
  • Princípios
    • igualdade (inciso I)
      • I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
    • legalidade (inciso II)
      • II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
    • informação (inciso XIV)
      • XIV - é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional;
    • da inocência (inciso LVII)
      • LVII - ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória;
    • do direito de propriedade (inciso XXII)
      • XXII - é garantido o direito de propriedade;
 5) Marque Certo ou Errado:
a) A bilateralidade é característica da norma jurídica. (   Certo  ) - gera direitos e obrigações
b) Ao visar ao bem individual ou valores da pessoa, referimo-nos ao Direito. (  Errado  ) - se refere à moral, e não ao direito. Moral é indivídual.
c) Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito (art. 186, CC). O artigo se refere ao Direito Subjetivo. (  Errado  ) - Direito subjetivo é o direito de ação ou buscar a tutela ou proteção jurisdicional.

6) Diferenciar fato jurídico de ato jurídico.
  • Fato jurídico é um fato previsto em lei. São acontecimentos em que a relação jurídica nasce, se modifica e se extingue, como o nascimento e a morte.
  • Ato jurídico depende da vontade do agente e tem por objetivo adquirir, resguardar, transferir, modificar ou extinguir direitos. 
  • Enquanto o fato jurídico independe da ação humana, o ato jurídico depende da ação humana.
7) Para a validade do negócio jurídico é preciso alguns elementos. Quais são esses elementos?  
  • Para o negócio jurídico ser válido é preciso que o agente seja capaz (capacidade plena), o objeto do negócio deve ser lícito e a forma deve ser permitida ou não proibida legalmente.
Lucas T R Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente em suas costas,
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos,
E, até que nos encontremos, de novo, que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!


Obrigado pelo seu comentário.

Curso Sustentabilidade aplicada aos negócios - FGV online.

Certificado de conclusão do curso Sustentabilidade aplicada aos negócios - FGV online. Lucas Tiago Rodrigues de Freitas -- // -- Def...